Japão ocupa a 116ª posição no relatório de desigualdade de gênero

Publicado em 15/07/2022
Por Redação

Os últimos rankings de desigualdade de gênero mostram que os homens no Japão ainda têm muito mais oportunidades na política e na economia do que as mulheres.

O Japão ocupa o 116º lugar entre 146 países no relatório anual Global Gender Gap Report, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial na última quarta-feira.

O relatório examina as diferenças de gênero em quatro áreas: empoderamento político, participação e oportunidades econômicas, nível educacional, bem como saúde e sobrevivência.

A Islândia lidera a lista pelo 13º ano consecutivo, seguido pela Finlândia e a Noruega.

O Japão se saiu bem nas categorias de educação e saúde. Mas recebeu avaliações ruins nas políticas e econômicas.

O relatório observa que a porcentagem de mulheres que trabalham na Câmara Baixa da Dieta, no Gabinete e em cargos gerenciais corporativos é baixa.

De acordo com a pesquisa, a pandemia de coronavírus teve um efeito prejudicial na igualdade de gênero, porque as mulheres prestavam a maior parte dos cuidados aos filhos quando creches e escolas eram fechadas. Acrescenta que a taxa de desemprego para as mulheres permaneceu elevada.

O Fórum Econômico Mundial estima que levará 132 anos para fechar a lacuna de gênero em todo o mundo.

Sugestão de leitura

+Mais Japão Todos direitos reservados