Trens-bala atingidos por terremoto retomam os serviços de Tóquio-nordeste do Japão

Publicado em 11/04/2021
Por Silvio Mori

Tokyo - Os serviços do trem-bala Shinkansen entre Tóquio e o nordeste do Japão foram retomados nesta quarta-feira (24), 11 dias depois de terem sido interrompidos devido a um poderoso terremoto que atingiu a região de Tohoku.

O tremor de magnitude 7,3 ocorrido no dia 13 de fevereiro danificou postes de eletricidade e pontes em algumas áreas ao longo da linha do trem-bala Tohoku Shinkansen que liga a região a capital do país.

A East Japan Railway Co., que opera a linha, disse que o número total de trens de alta velocidade na linha será inicialmente limitado a cerca de 80 por cento do nível anterior ao terremoto, com espera-se que os serviços voltem ao normal em cerca de um mês.

Como os trens têm que diminuir a velocidade em seções da via que foram recentemente reparadas, a viagem de Tóquio à estação Sendai ou Morioka, no nordeste do Japão, levará cerca de uma hora a mais do que o normal.

JR East suspendeu todas as operações do trem-bala entre a Estação Nasushiobara, Prefeitura de Tochigi, e a Estação Morioka, Prefeitura de Iwate, em 14 de fevereiro.

Alguns serviços da linha foram retomados desde então, com ônibus, aviões e operações ferroviárias locais oferecendo aos passageiros serviços de transporte alternativo.

Cerca de 40 pessoas fizeram fila na bilheteria da Estação Sendai antes de ela começar a operar na quarta-feira de manhã.

"Eu estava com medo de não poder pegar um trem shinkansen (devido ao congestionamento), então comecei a esperar na fila por volta das 5 da manhã", disse Kiyotaka Saito, 59, que trabalha em Sendai e estava indo para sua casa em Tóquio. "Como não pude voltar para casa por um tempo por causa do terremoto, gostaria de fazer algumas tarefas domésticas."

O terremoto de 13 de fevereiro causou ferimentos em mais de 180 pessoas em 10 prefeituras do nordeste e leste do Japão, de acordo com a Fire and Disaster Management Agency.

Também causou cortes de energia e água em uma ampla área e danificou mais de 2.600 casas nas prefeituras de Fukushima, Miyagi e Yamagata, disse a agência.

Embora não tenha ocorrido um tsunami, o terremoto ocorreu apenas algumas semanas antes do 10º aniversário do terremoto de magnitude 9,0 e tsunami que devastou o nordeste do Japão em março de 2011, deixando cerca de 16.000 mortos e desencadeando a crise nuclear de Fukushima.

Com informações Kyodo News

Sugestão de leitura

+Mais Japão Todos direitos reservados